O objectivo deste blog é fornecer informação útil para doentes oncológicos que realizam radioterapia e que por motivos diversos desconhecem o tratamento

18
Jul 09

Como primeiro post acho que é importante referir o que é a radioterapia, para que serve e para que é utilizada.

 

A radioterapia é uma modalidade de tratamento que utiliza radiação ionizante de alta energia, produzida por um acelerador linear ou através de isótopos radioactivos, para o tratamento de lesões benignas (por exemplo: quelóides e malformações arterio-venosas), malignas (tumores do SNC (sistema nervoso central), cabeça e pescoço, hematológicos, linfáticos, mama, pulmão, recto e canal anal, próstata, bexiga, ginecológicos, pâncreas, esófago, estômago, fígado e vias biliares, tiróide, pele, baço, testículos, pénis, entre outros) ou profilacticamente nalguns tumores malignos.

O uso de radiação ionizante impede a divisão celular através da alteração do material genético, destruindo a capacidade que as células têm de se multiplicar. Desta forma, o tumor não se desenvolve e a médio prazo regride, pois as suas células perdem a capacidade de regeneração. Ao longo do tratamento, as células sãs que forem afectadas, conseguem recuperar mais facilmente dos danos causados no material genético, isto porque os tratamento são espassados ao longo de semanas.

 

A radioterapia pode ser utilizada com intuito curativo, contudo nalguns casos, em que a situação já não é controlável, é utilizada com intuito paliativo, ou seja, permite melhorar a qualidade de vida dos doentes.

 

Existem duas variantes da Radioterapia:

  • Radioterapia Externa (a mais utilizada) - o tumor recebe radiação proveniente do exterior do corpo (acelerador)
  • Braquiterapia - é implantado directamente no tumor ou próximo deste

Existem algumas dúvidas comuns a quase todos os doentes e por isso deixo aqui umas curtas linhas que podem esclarecer logo à partida receios que causam ansiedade e stress por antecipação:

  • Um tratamento de radioterapia inclui várias sessões, podendo durar uma a sete semanas, dependo do aparelho a usar e da parte do corpo a irradiar. Cada sessão pode ter a duração de dois a cinco minutos, contudo,  em alguns tratamentos mais complexos pode demorar de vinte e cinco a trinta minutos.
  • A aplicação de radiação é completamente indolor. A radiação não pode ser vista ou sentida enquanto está a ser administrada.
  • Ao contrário do que alguns doentes pensam, após a radioterapia não se fica radioactivo. Porém, de entre os efeitos secundários provocados pela radioterapia, existe um que se designa por radiodermite e que é provocado pela elevada quantidade de radiação a que o doente é exposto. Para além disso, muitos doentes acham que vão perder o cabelo, tal como acontece com a maioria dos tratamentos de quimioterapia, contudo isso não é verdade. O que acontece é que os pêlos da zona irradiada acabam por cair.

 

publicado por A Radioterapia às 11:46
tags:

A minha mãe tem um tumor maligno e ela ja começo o tratamento e eu sei que não sera facil para ela
teresa manuel a 2 de Outubro de 2013 às 03:01

Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

21
23

26
27
28
29
30
31


Informação
Pretendo inserir informação o mais completa possível sobre as diferentes patologias que podem ser tratadas com radioterapia. Contudo, levará algum tempo até que haja informação para todos os doentes oncológicos que espero que visitem o blog. Caso visitem o blog e não encontrem a informação que pretendam ou a mesma não seja tão esclarecedora quanto gostariam, terei todo o gosto em responder-lhes às questões, bastanto para isso que enviem um email para omundodaradioterapia@gmail.com.
Todas as matérias publicadas no blog têm como único objectivo transmitir informação a todos os doentes oncológicos que possam visitá-lo. A informação baseia-se em livros de Medicina/Radioterapia/Oncologia e deve ser levado em conta que cada doente é um doente e que os procedimentos médicos que se utilizam variam entre os doentes, podendo a tecnologia evoluir.
arquivos
2009

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO